Arte do lixo ao chip

Com o intuito de popularizar a Arte através da reciclagem, reutilização e redução de materiais, os alunos do 6º ano do Ensino Fundamental, sob orientação da professora de Artes Denise Gatti, criaram e montaram jogos que utilizassem de materiais recicláveis envolvendo obras de Arte.
Essas atividades ocorreram entre os meses de setembro e outubro, e, nas palavras da própria professora: “primeiramente foi aplicado em sala de aula o conteúdo Teórico da Apostila : Arte do lixo ao chip e foi abordado a Importância da Reciclagem, Reutilização e da conscientização da redução de lixo em nosso cotidiano e sendo assim os alunos projetaram e discutiram para confeccionar um jogo que envolva materiais recicláveis e utilize a Arte como um veículo para que o estimulo a criatividade.”
As fotos mostram o empenho e desempenho dos alunos.


Arte Abstrata

Com o intuito de conhecer sobre a Arte Abstrata e estudar o estilo do artista Juan Miró, os alunos do 8º ano do Ensino Fundamental, sob orientação da professora de Artes Denise Gatti, estudaram, confeccionaram e criaram uma tela com base no que foi estudado.
Essas atividades ocorreram entre os meses de setembro e outubro, e, nas palavras da própria professora, “primeiramente foi aplicado em sala de aula o conteúdo Teórico da Apostila: Arte Abstrata e Estilização de Imagens, em seguida, os alunos criaram imagens que estilizaram, de acordo com os preceitos aprendidos nos estudos da vida e da obra do artista Juan Miró, fundamentando assim para que por fim, os mesmos criassem suas telas, baseadas no estilo deste artista.”

As fotos mostram o empenho e desempenho dos alunos.

**Foi um sucesso**


A INTERAFEC 2018 foi um sucesso!

No Ensino Fundamental, os alunos montaram lindos estandes e apresentaram trabalhos com os seguintes temas: teatro, música, gerador de energia, mulheres na ciência, daltonismo, água, aquecimento global, ecoterapia, profissões, ciência forense, câncer, evolução técnica da medicina, química nuclear (radioatividade), reciclagem, a linguagem das roupas, animais extintos e em extinção e tecnologia na medicina.

No Ensino Médio, os alunos fizeram banners explicativos e apresentaram oficinas práticas sobre os seguintes temas: criptografia, evolução musical, uso de medicamentos e doping, império romano, depressão, assédio, oceanos de polímeros, aborto, desigualdade de gêneros, teoria da conspiração, reações químicas do cérebro, tecnologias no dia a dia, mulheres na história, gases e inteligência artificial.

Esse ano, além das oficinas práticas sobre os temas acima, também tivemos mesas redondas com os seguintes temas:
– Vida e Saúde;
– Tecnologia no dia a dia;
– A mulher na sociedade;
– A importância de se estudar história.

Vale ressaltar que esse ano, a INTERAFEC foi realizada no CDCC e isso, sem dúvida, trouxe ainda mais notoriedade e prestígio ao evento. Somos muito gratos por essa oportunidade.

Gostaríamos de agradecer o excelente empenho e trabalho da Comissão Organizadora da Feira de Conhecimentos, dos orientadores e dos alunos.

Agradecer também a presença de todos os professores doutores das universidades: UNESP, USP e UFSCar que além de nos prestigiarem com sua presença, também se disponibilizaram a avaliar os grupos e contribuíram com muitas sugestões e considerações para o desenvolvimento e crescimento de todos os envolvidos.

Por fim, agradecemos o apoio de todo o pessoal do CDCC que esteve conosco, nos ajudando durante todo o tempo e também aos pais e responsáveis, familiares e amigos que prestigiaram nosso evento.

Vocês fizeram valer galera!! Parabéns e até a próxima  

** Está chegando INTERAFEC 2018**


INTERAFEC – Feira de Conhecimentos do Colégio Interativo

 

A INTERAFEC – Feira de Conhecimentos do Interativo chega em sua 17ª edição com uma novidade sensacional este ano! Ela será realizada no CDCC – o Centro de Divulgação Científica e Cultural de São Carlos, o prédio histórico que já abrigou a Sociedade Dante Alighieri e a Escola de Engenharia de São Carlos (EESC-USP)

A Feira de Conhecimentos do Colégio Interativo acontecerá no CDCC, nos dias 10/10 (das 8h às 12h e das 14h às 17:30h) e 11/10 das 8h às 12h e das 14h às 17:30h). Para o Ensino Fundamental, os trabalhos serão apresentados no formato de estandes, enquanto que no Ensino Médio os grupos apresentarão no formato de banners e oficinas temáticas.

A Interafec constitui um amplo projeto de divulgação e inovação científica, estimulando e incentivando a criatividade dos  nossos alunos (as) por meio de projetos e experiências realizadas.

Um dos principais intuitos da Interafec, é expor projetos elaborados pelos próprios alunos (as) sob orientação de professores. O principal fator é a promoção da educação científica e cultural, o que possibilita uma interação entre visitantes e expositores, além de contribuir com a formação do aluno (a).

Também é um momento de surgimento de novos talentos, a partir das elaborações e desenvolvimentos de projetos.

Tudo isso, além de ampliar a integração escola-sociedade, viabilizando um efeito integrador sobre as ações pedagógicas da escola.

 

Novidades desse ano:
* 4 mesas redondas temáticas: * Vida e Saúde; * Tecnologias no dia a dia; * A mulher na sociedade e * A importância de se estudar História.

         

Você é nosso (a) convidado (a) especial para esse evento!

Venha prestigiar a Feira de Conhecimento mais completa de São Carlos!

Acompanhe mais novidades https://goo.gl/K7CUwf

Projeto Foto-História


 

Sob a orientação do Professor de História, Alexandre Koizimi Ambo (Xico), os alunos do 9º ano do Ensino Fundamental participaram do Projeto Foto-História.

O Projeto Foto-História é um projeto que busca unir e vivenciar um contexto histórico e o uso de uma tecnologia que está sempre acessível aos alunos: os smartphones.

A proposta é que os alunos busquem uma foto que represente um fato histórico do século XX e esteja ligado ao tema: Violência e Liberdade. Além da escolha da foto, os alunos devem pesquisar o que está sendo retratado na foto e, a partir daí, usando qualquer smartphone ou câmera digital, tentar reproduzir a foto com os alunos caracterizados e posando como os personagens da foto original. A foto original e a reprodução feita pelos alunos devem ser postados na Rede Social junto com um texto explicativo da foto e do contexto histórico retratado.

Dessa forma, os alunos acabam vivenciando um fato histórico desde a pesquisa até a reprodução da foto, obtendo conhecimento por meio de uma experiência além da sala-de-aula. Além disso, aprendem a fazer o bom uso dos smartphones despertando nos mesmos o interesse pela pesquisa e o saber histórico.

Esse ano, o resultado foi excelente! Professor, alunos e alunas estão de parabéns! Confiram abaixo:

 

 

Alunos (as): Gabriel, Pedro, Guilherme, Lucas  e Gabriel.

 

Nossa foto foi representada através da, Campanha da Trilha de kokoda, que fez parte da guerra do pacífico durante a Segunda Guerra Mundial. A campanha consistiu em uma série de batalhas entre julho a novembro de 1942, entre tropas japonesas e aliadas, principalmente forças australianas no que era então o território australiano da Papua, o local representou importantes batalhas durante período da Segunda Guerra Mundial.

 

 

 

 

Alunos (as): Livia, Daniel , Maria Tereza e Ana Beatriz.

A segunda guerra mundial foi um conflito armado (1939-1945). As forças do eixo   (Alemanha, Japão e Itália) enfrentaram os Aliados (Inglaterra, França, EUA, URSS entre outros). Com uma ideia expansionista, Hitler começou o conflito ao invadir a Polônia em 1939. Além do expansionismo e das disputas territoriais, a perseguição a grupos étnicos, sobretudo judeus e ciganos, foi uma realidade na segunda guerra. Para o nazismo, os judeus eram os grandes culpados pela crise que o País passara no período entre guerras. Em fevereiro de 1943, os nazistas perderam a batalha de Stalingrado, na União Soviética, em 1945, soviéticos tomaram Berlim, iniciando o fim da guerra, deixando cerca de 50 milhões de mortos

 

 

 

 

 

 

 

Alunos (as): Adriano, Giuliana e Rafael.

Na primeira foto temos uma propaganda americana publicada durante os anos de 1939 e 1945, e o texto traduzido significa:
“Não deixe a sombra toca-los, compre títulos de guerra.”
Títulos de guerra foi uma expressão criada pelos Estados Unidos durante o período de guerra com a intenção de conseguir fundos da população para conseguir financiar armamentos/suprimentos para o exército americano.
Nesta mesma propaganda conseguimos perceber que a sombra é a suàstica que na época era o símbolo do regime nazista alemão.
As intenções dos Estados Unidos eram conseguir fundos para armamentos e suprimentos e impedir que a população fique do lado dos nazistas.

 

 

Alunos (as): Heliel, Davi Silva , Felipe Souza e Kauan.

O Nazismo, foi a ideologia criada e defendida pelo Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães. O Partido Nazista foi fundado em 1920 por Anton Drexler. Adolf Hitler assumiu a liderança do partido em 1921, mantendo-se no posto até sua morte, ao final da Segunda Guerra Mundial.
No início dos anos 1920 a Alemanha se encontrava em uma profunda crise econômica e moral decorrentes da derrota na Primeira Guerra Mundial e da assinatura, em 1919, do Tratado de Versalhes. O Partido Nazista defendia que a saída para aquela situação por que passava o país era um estado forte e culpava o governo pela derrota alemã. Foi criado um braço paramilitar da organização, a SA (abreviação de Sturmabteilung. Tropas de Assalto, em português), que ficou conhecida como “camisas marrons”, pois era o uniforme de seus membros. Em 1923, os nazistas de Munique, sul do país, tentaram dar um golpe de Estado, mas o movimento fracassou e seu líder, Hitler, foi preso.
Durante os meses em que ficou preso, Hitler escreveu Mein Kampf (Minha luta), obra em que expôs os princípios fundamentais do nazismo: anticomunismo, antiliberalismo, ultranacionalismo, militarismo, racismo e o ódio aos judeus (antissemitismo), a quem atribuía a culpa pela situação econômica do país.
Com a Crise de 1929, houve aumento do desemprego e alta da inflação, agravando o cenário econômico do país. O discurso do Partido Nazista agradou boa parte da população alemã, pois prometia, através de um Estado forte, retomar o crescimento do país.
Em 1932, os nazistas receberam 38% dos votos nas eleições para o parlamento. No ano seguinte, o presidente Paul von Hindenburg nomeou Hitler primeiro-ministro. Os nazistas chegavam ao poder, e em pouco tempo trataram de assegurar sua permanência no poder: a oposição foi eliminada e Hitler proclamado chefe supremo e único da Alemanha.
O símbolo do nazismo era a bandeira vermelha com uma cruz gamada, conhecido como suástica. Esse movimento consistia numa mistura de dogmas e preconceitos a respeito da pretensa superioridade da raça ariana. Os alemães acreditavam ser superiores aos outros grupos sobretudo de judeus.
O Holocausto representou o extermínio em massa que ocorreu durante o regime nazista na Alemanha, o qual matou cerca de seis milhões de judeus nos campos de concentração.
Os campos de concentração representavam os locais onde eram exterminadas as pessoas que para Hitler eram considerados de “raça inferior”.
Esse horror cometido contra esses grupos minoritários e sobretudo de judeus, só terminou em 1945, com o fim da Segunda Guerra Mundial.

 

 

 

Alunos (as):  Gabriela, Gabriela e Giulia.

O acontecimento retratado na foto é a Segunda Guerra Mundial, que foi um conflito militar global que durou de 1939 a 1945, onde era organizada em duas alianças militares opostas: os Aliados e o Eixo.

As mulheres tiveram pouca participação efetiva nas grandes guerras, pois existia a ideia da preservação do ‘’sexo frágil’’ e o cuidar da família, enquanto o homem tinha por responsabilidade a sobrevivência e a proteção da família, porém esse quadro começou a mudar durante a Guerra Civil Espanhola, onde as mulheres meçaram a serem treinadas e qualificadas para o combate.

Na Segunda Guerra Mundial a mulher desempenhou todos os tipos de funções, sendo assim, um conflito de homens e mulheres, pois nunca em toda a história, tantas mulheres de diferentes países foram chamadas para contribuir com um esforço na guerra. Elas ocuparam cargos que antes eram considerados masculinos, como engenheiras, supervisoras de produção e motoristas de caminhão, e também se alistaram nas forças armadas.

A entrada das mulheres no mercado de trabalho ajudou muito para completar o vazio deixado pelos homens que estavam em batalha, além de preencher uma demanda surgida com a eclosão da guerra, causaria um grande impacto social.

 

 

 

Alunos (as):  Hudson , Mariana, Dhara e Rafael.

Primeira guerra mundial foi o segundo maior conflito da história da humanidade, sendo chamado de “A Grande Guerra”, até a Segunda Guerra Mundial.
Os principais fatores que ocasionaram a guerra foram as rivalidades entre os países europeus, onde havia disputas imperialistas por colônias na Ásia e na África (que eram vistos como fonte de matéria prima e mercado consumidor), o revanchismo francês, que foi um conflito político que gerou uma guerra entre a França e a Alemanha pela posse de um território chamado Alsácia-Lorena. Os conflitos entre a Rússia e o Império Austro-Húngaro também foram grandes determinantes da Primeira Guerra, onde a Rússia visava construir uma estrada de ferro pelo território otomano até o mar Mediterrâneo, porém, o Império Austro-Húngaro tinha interesses nesse local.
Todos esses conflitos geraram um clima de grande tensão na Europa, gerando a Paz Armada que foi uma corrida armamentista com intuito de paz.
Com toda a tensão na Europa, os países começaram a criar alianças. Sendo assim houve duas uniões, a Tríplice Aliança, composta pela Alemanha, Itália (que no início manteve-se neutra) e Império Austro-Húngaro; já os seus rivais, a Tríplice Entente, eram formados pela Inglaterra, França e a Rússia.
Por mais que tudo estivesse pronto para começar uma guerra, ainda não havia tido nenhum conflito ou declaração de guerra até o assassinato do príncipe Austro-Húngaro Franz Ferdinand na Bósnia. O assassino foi um estudante Sérvio. Então, como resposta ao assassinato, o Império Austro-Húngaro invade a Sérvia. Exatamente um mês depois, a Rússia, que mantinha ligações com a Sérvia declara guerra ao Império Austro-Húngaro. Assim, a Alemanha, aliada do Império Austro-Húngaro, declara guerra a Rússia. Então, Inglaterra e França declaram guerra à Alemanha. Nesse momento, a Itália permanece neutra.
A Primeira Guerra Mundial se divide em duas fases. A Primeira fase teve início em 1914 e teve duas frentes, a ocidental que envolve a Inglaterra e a França contra a Alemanha que foi caracterizada por dois grades conflitos, a guerra de movimento, que foi uma guerra onde os soldados se deslocavam até as fronteiras e a guerra de trincheiras, onde os soldados permaneciam em grandes buracos na terra porém, não havia muitos ataques armados nessa guerra então, ela acabou se tornando uma guerra de resistência. Já a frente oriental, envolveu a Alemanha e o Império Austro-Húngaro contra a Rússia que foi caracterizado pelas derrotas russas, pois possuíam um arsenal ultrapassado então, os Estados Unidos passa a fornecer armas e suprimentos para a Entente, recusando-se a fornecer para a Aliança o que causou uma dúvida em relação a neutralidade dos Estados Unidos na guerra.
Com as derrota que a Aliança estava sofrendo na guerra, a Alemanha começou a pressionar a Itália para entrar na guerra então, em 1915, a Itália entra na guerra no lado Entente (traindo os Aliados)
A segunda fase teve início quando submarinos alemães bombardearam navio americano que levava suprimentos e armas para Entente. Isso fez com que os Estados Unidos entrassem na guerra, dando início a um período chamado “total war”, onde nos Estados Unidos os homens iam para a guerra, as mulheres trabalhavam nas fabricas e as crianças recolhiam dinheiro. Ao longo da segunda fase, a Rússia, assinou o tratado de Brest-Litovsky e sai da guerra pois o país havia sido devastado com a guerra.
O fim da guerra deu-se em 1918, onde o presidente Norte Americano Woodrow Wilson lançou “14 Pontos de Wilson”, dando 14 motivos para acabar com a guerra, propondo a paz sem vencedores. Logo após, todos os países participantes da guerra assinaram o Tratado de Versalhes, onde a Alemanha foi acusada pelo começo da guerra. A Alemanha foi o país que mais sofreu com a guerra, perdendo colônias, sendo obrigada a reconhecer sua culpa, devolver a Alsácia-Lorena à França, pagar indenizações de guerra, ter o seu exército reduzido para 10%, desativar suas indústrias bélicas e entregar os seus projetos militares (submarinos).
Além das consequências sofridas pela Alemanha, a Europa sofreu implicações como a crise europeia, 9.000.000 de mortos (sendo 6,5 milhões de russos), a criação da Liga das Nações Unidas para a manutenção da paz mundial. Após a Primeira Guerra dos Estados Unidos desponta como potência mundial.

 

 

Alunos (as):  Maria Fernanda , Julia S. e Julia P.

A foto acima foi a recriação de uma imagem tirada durante uma manifestação em 1929. Do lado direito temos um cartaz escrito “Why can’t you give my dad a job?” Que traduzido para o português fica “Por que não pode dar um emprego para o meu pai?”. No lado esquerdo da foto temos um cartaz que diz “Rarig’s kid doesn’t starve why should we?”, que significa: “A criança de Rarig não passa fome, porque deveríamos?”.
Rarig foi um engenheiro que possuía uma empresa bem sucedida durante a crise.
A crise de 1929 foi a pior crise que o capitalismo já sofreu, afetou o mundo inteiro e levou milhões de pessoas ao desemprego, gerando assim um grande desespero na população mundial.
Na década de 1920, o contexto econômico da Europa estava arrasado, por conta da destruição causada pela 1ª Guerra Mundial. Por outro lado a economia dos Estados Unidos havia se tornado uma das mais importantes do mundo sendo assim, este passou a fornecer produtos para Europa.
Nessa época ficou conhecido também “Os loucos anos 20”, momento em que a economia norte-americana começou a se expandir ainda mais com o surgimento de novas indústrias e com a aparição do rádio e cinema.
Já na segunda metade da década de 1920 aproximadamente, a Europa Estava em processo de recuperação e os Estados Unidos e não paravam de produzir (estoque de produtos). Dessa forma, à proporção que houve aumento da oferta, houve também a queda na procura, com isso os preços caíram e consequentemente o lucro também, logo aumentando desemprego.
Ocorreu a quebra da bolsa de Nova Iorque, já que os empresários e pessoas que tinham ações em empresas as colocavam cada vez mais na bolsa, com uma desvalorização das empresas, a bolsa “quebrou”, ou seja, todas as ofertas ficaram estagnadas e sem procura alguma.
Esta quebra também originou a “Black thursday”, ou, “grande depressão”, que não afetou somente os Estados Unidos, mas sim a Europa, que tinha dívidas com eles, e o Brasil, que exportava café para essas duas grandes potências mundiais, originando a crise do café.
A ação feita pelo prefeito de um dos estados dos Estados Unidos foi, por exemplo, colocar pratos de sopa na rua para as pessoas que estavam passando fome.
Estes atos o tornaram popular e assim ele se candidata à presidência, dando uma solução à crise, o chamado “New Deal”, proposto por Franklin Delano Roosevelt.
Este venceu as eleições de 1933, e combateu o desemprego fazendo empréstimos e financiamentos para empresários e agricultores falidos.
Também contratou pessoas para trabalhar para o governo, um exemplo desse trabalho foi a construção da ponte de San Francisco.
Ele acabou com a superprodução, ou seja, acabou com os estoques que as empresas tinham comprando e destruindo os excedentes de produção, para que a população voltasse a trabalhar e consumir.
Houve também a criação do seguro desemprego, onde o estado sustenta o desempregado durante alguns meses depois que perde o emprego.
A pesar de todas essas medidas terem sido tomadas, os Estados Unidos só se recuperou totalmente depois da 2ª Guerra Mundial.

 

 

 

Alunos (as):  Gabriela Silva, Daniel Riani, Livia Andreoli e Heloisa Nardi.

 

A crise, conhecida popularmente pôr a grande depressão ou crise do capitalismo permaneceu até a segunda guerra mundial.
Os países europeus estavam passando por uma crise após as dificuldades enfrentados no primeira Guerra, com isso eles compravam produtos dos EUA.
Já os EUA com a Europa sendo sua principal consumidora não parava de produzir. Depois de alguns tempos a Europa começou a se restabelecer, os que levou a parar importar dos EUA.
Agora os EUA não tinham para quem vender a grande quantidade de mercadorias havendo mais produtos do que necessidade da “população” e com isso o aumento do desemprego.
A partir da crise ocorreu a queda da bolsa de Nova Iorque e acabou tornando-se notícias com a Black Thursday (quinta-feira negra, foi quando houve a queda da bolsa de Nova Iorque e todas as ações perderam seus valores).
A solução da crise ficou conhecida New Deal (novo acordo) e foi próprio pelo presidente Franklin Delano Roosevelt.
– Empréstimos e financiamentos para empresários e agricultura
– Obras públicas
– compra e destruição dos excedentes
– Criação do seguro desemprego

 

 

Interafec – 2018


A Interafec chega em sua 17ª edição com uma novidade sensacional esse ano! Ela será realizada no CDCC – o Centro de Divulgação Científica e Cultural de São Carlos no prédio histórico que já abrigou a Sociedade Dante Alighieri e a Escola de Engenharia de São Carlos (EESC-USP).

Saiba mais sobre a edição desse ano da Interafec neste vídeo e venha ao CDCC nos dias 10 e 11 de outubro participar da Feira de Conhecimentos do Interativo.

Olimpíada Internacional de Matemática


Alunos do Interativo são premiados em Olimpíada Internacional de Matemática

 

Estamos em festa! Sob a orientação dos professores Eduardo Furlan Figueiredo e Rodrigo Tavares Machado, vinte e um alunos do Colégio Interativo São Carlos foram premiados na competição Canguru Sem Fronteiras – Brasil, uma olimpíada de Matemática com origem na França, em 1995, e que é realizada, atualmente, em mais de 80 países.

Foram seis ouros, seis pratas, três bronzes e seis menções honrosas:

 

ANA LUISA ROMA APPEL (7º EF) – OURO

CAROLINA HIROMI MIYAKE LANCELOTTI (1ª EM) – PRATA

DHARA WINTHER DE CASTRO MOREIRA               (9º EF) – BRONZE

EDUARDO RIO OLIVEIRA (8º EF)               – PRATA

GUILHERME COSCIA SIMÕES (2ª EM) – PRATA

HELOISA BARTOLOMEU RIBEIRO (6º EF) – M.HONROSA

JÉSSICA LEMBO DA SILVA (2ª EM) – PRATA

JOSÉ ARTHUR MARQUES DE MEDEIROS (8º EF) – OURO

JOSÉ CLARISVALDO SANTOS GARCIA (2ª EM) – OURO

JÚLIA MIWA KODERA (3ª EM) – M.HONROSA

LEONARDO BRAZ MOREIRA (6º EF) – OURO

LUCAS ZANNI FAGIAN (2ª EM) – PRATA

MALU CESARINO SOARES (1ª EM) – BRONZE

MARIA FERNANDA LUMIUKO MIYAKE (6º EF) – M.HONROSA

MATEUS CHICARELLI AGUIRRE (6º EF) – M.HONROSA

MATHEUS HENRIQUE DE OLIVEIRA (2ª EM) – M.HONROSA

MELISSA VELLARDI FERREIRA (6º EF) – M.HONROSA

OTÁVIO OSAKI CRUZ (2ª EM) – BRONZE

SAMUEL BORGES RABELO (6º EF) – OURO

SOFIA DE CASTRO DANIEL (6º EF) – OURO

VICTOR ROCZANSKI (2ª EM) – PRATA

 

No Mundo inteiro foram mais de 6 milhões de participantes, sendo mais de 324 mil participantes do Brasil. O número de estudantes premiados (ouro, prata, bronze e menção honrosa) corresponde a 10% do total de participantes em cada nível, o que indica a excelência dos alunos que obtiveram as premiações. Parabéns aos professores e aos alunos pelo excelente trabalho!!!

 

Robótica é, também, coisa de menina, SIM!”


O Colégio Interativo busca sempre investir na tecnologia.
Proporcionamos aos alunos e alunas a oportunidade de criar e desenvolver, através do sistema Robótico. Além desse trabalho ser muito atrativo para todas as idades, as alunas e os alunos descobrem o funcionamento da tecnologia de uma maneira divertida.
O intuito é mostrar um pouco deste mundo que une tecnologia, ciências, criatividade, trabalho em equipe, desafio e muita parceria entre os(as) envolvidos(as).
A criação e programação do EV3 Reptar (A cobra que as alunas apelidaram carinhosamente de “Ivone”) foi um dos resultados desse maravilhoso projeto, desenvolvido pelas alunas do 6º Ano do Ensino Fundamental: Bárbara Umeoka, Luísa Picchi e Melissa Ferreira, sob a orientação do professor Emídio Manzini Júnior, que iniciaram os estudos com o kit robótico Mindstorm EV3, (um kit que se destaca pela qualidade de seus componentes) há poucos meses e já tiveram destaque neste projeto de criação.

 
Acompanhem e saiba mais em nossas redes sociais.
Interaja conosco.
https://www.facebook.com/roboticainter
ativosaocarlos/